Número total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O começo do fim!



Cega de te ver ainda mais longe
A distância vai oprimindo
As pulsações de um coração cansado.
Os crisântemos já não florescem
Nas lágrimas que alimentam o sorriso.


O que é feito de nós?
Em que labirintos nos perdemos?
Somos o queríamos?
Ou apenas o que sonhamos?

Ah, e nós que descobríamos o sol
No Himalaia, gelado, gelado…


Que velejávamos em caravelas
Agarrando a espuma das ondas
Com as nossas mãos entrelaçadas
Com cânticos de cigarra na voz
Sentindo que o mundo, começava em nós…!

(VÓny Ferreira)

2 comentários:

Blog da Vanda disse...

Lindo poema de ausência e saudade...

AMEI!!!

bjuss
Vanda

Vóny Ferreira e outros poetas neste blog : http://vonyfereeira.blogspot.com/ disse...

Sempre gentil
querida amiga. Bjs Poeta
e amiga. Obrigada!
Vóny Ferreira