Número total de visualizações de página

sábado, 21 de abril de 2012

ALGO MEU...! Poema escrito por: MARIA VALADAS





Meu pensamento petrificado
No refúgio das pregas dos lençóis
Jamais algo foi realizado...
O coração bate, estremece e dói.

A realidade apresenta-se com clareza

O encanto de tantas ilusões desvanecera
Atirara com a coroa de rara beleza
Adornada de flores de laranjeira.

O vestido de noiva da brancura do cisne

Num ímpeto de certeza ali foi rasgado
Exalando um suspiro profundo e firme
O meu futuro ali foi traçado.

Meu olhar desdenhoso que atemorizou

Uns lábios apertados e delimitados
Na dor de alguém a quem muito amou
Algo que não chegou a ser alimentado.

O meu coração bate, estremece e dói
No refúgio das pregas dos lençóis.


Maria Valadas

Sem comentários: