Número total de visualizações de página

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012



"ATALHOS"

São imensos os dias abandonados
Nos atalhos onde o tempo se pisa
Com as sombras dos nossos olhos.

São as olheiras recauchutadas
Que vão enganando o instante espesso
Em que os minutos liquidificam o olhar.

Chorar nem sempre é sinónimo de perda
Ou quiçá de saudade avessa
Mas tão só uma pedra no nosso caminho
Que ora floresce ora vira desatino.

(Vóny Ferreira
)
Nota: Tudo quanto publico encontra-se registado na Soc. Portuguesa da Autores e IGAP

2 comentários:

Alice Luconi disse...

Lindo!

Gosto demais do que escreves querida Vóny.

Meus parabéns...sempre.

Bjs,ALICE

Vóny Ferreira e outros poetas neste blog : http://vonyfereeira.blogspot.com/ disse...

Ah, amiga! Afinal ainda não me esqueceram na totalidade. rs
Muito obrigada!Beijos e
carinho
Vóny Ferreira