Número total de visualizações de página

sábado, 14 de abril de 2012

DESENCONTRO Poema de Vanda de Freitas Bezerra



 Poeta Vanda de Freitas Bezerra


 Sigo à procura de mim mesma
Nos caminhos da incerteza
Em sonhos beijo su’alma
Seu terno olhar me dá calma
E uma sossegada beleza.
Desperto-me. É outro dia.
Lá se foi toda magia
O encanto se perdeu ...
Eu me encontro no DESENCONTRO
De minh’alma tão sombria 



Poema escrito por
Vanda de Freitas Bezerra
 Nota: conheça a biografia da autora aqui: Blog "OS MEUS POETAS SÃO... ..http://pipinhasferreira.blogspot.pt/2011/12/homenagem-apoeta-brasileira-vanda-de.html...........

2 comentários:

VÓNY FERREIRA http://vonyfereeira.blogspot.com/ disse...

Minha amiga Vanda
Nunca me canso de ver os teus vídeos, Vanda, a beleza que neles se encerra
onde a tua poesia é realçada pelas belas imagens que selecionas sempre.
Manda-me o link para eu junto ao teu poema fazer publicidade aos teus vídeos formatados. Uma pessoa como tu que gosta de dar e receber merece
todo esse carinho.
Admiro-te poeta! Que nunca me falta força nos dedos para to dizer
clara e inequivocamente.
Beijo
Vóny Ferreira

Blog da Vanda disse...

Vóny querida é bom demais figurar nesse seu lindo espaço inda que eu não me julgue tão merecedora assim, amiga. rs...

Seu trabalho é fascinante e dá-me um prazer imenso "passear" pelos seus Blogs e admirar cada postagem sua.

Você sugere que eu envie-lhe o link de meus poemas no Youtube? Ei-lo:
http://www.youtube.com/user/vandafbezerra/videos

Obrigada pelo carinho de sempre.

bjussss em su'alma.
Vanda